Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Afinal, o que é EAD? Conheça agora!

Diante da pandemia do coronavírus, temos visto um aumento na demanda por plataformas de ensino a distância.

Esta é uma tendência crescente e é provável que se mantenha assim. Isto porque flexibilidade e custo-benefício, bem como inclusão social e acessibilidade, são atraentes para muitos públicos como instituições educacionais, empreendedores digitais, universidades, franquias, etc.

Este artigo irá discutir o que é EAD e suas vantagens, bem como ferramentas e outras informações.

Vamos lá?

 

O que é EAD?

O ensino a distância, também conhecido pela EAD, é um tipo de educação que utiliza a tecnologia para ajudar os estudantes a ter sucesso e tem um impacto positivo em suas vidas.

Podemos dizer que a educação à distância permite que estudantes, professores e tutores se comuniquem através de uma plataforma on-line.

As partes deste processo são separadas por distância e tempo. Dito de outra forma, o ensino à distância refere-se a um novo modelo de aprendizagem que é extremamente bem sucedido hoje em dia.

Ele se baseia em uma forma inovadora, dinâmica e interativa para que pessoas de todo o mundo adquiram novos conhecimentos, habilidades e é altamente eficaz. Este método revolucionou a educação em todo o Brasil e no mundo.

As tendências recentes têm visto um aumento na demanda por cursos de educação à distância.

Isto se deve ao fato de estarmos cada vez mais conscientes de como as pessoas interagem e se conectam em ambientes de comunicação virtual. Isto está mudando fundamentalmente sua relação com os outros e todos os aspectos, inclusive, a educação.

As pessoas estão cada vez mais buscando soluções de aprendizagem interativas que atendam às suas necessidades. É por isso que a demanda por educação on-line tem crescido a um ritmo exponencial.

Há muito tempo atrás, a maioria das pessoas não saberia o que era educação à distância, ou mesmo teria alguma dificuldade com ela.

Hoje, porém, podemos ver que o ensino à distância é mais proeminente e ativo na educação, tanto por seus benefícios quanto pelo número crescente de empresas relacionadas à EAD.

 

Como funciona a educação a distância?

O ensino à distância é extremamente simples e eficiente.

Você pode criar cursos on-line se sua empresa ou instituição de ensino estiver procurando estabelecer cursos on-line.

É assim que uma plataforma online de educação a distância pode ajudá-lo a criar e administrar aulas online.

Os estudantes que fazem cursos de educação a distância se beneficiam de uma experiência de aprendizagem altamente inovadora, interativa e dinâmica.

A situação ideal é aquela em que o ambiente de aprendizagem virtual é adaptado de acordo com as preferências do estudante e o layout da informação.

Cada curso é único, portanto, os alunos têm diferentes opções de acesso. Estas incluem materiais complementares, bibliotecas de aprendizagens virtuais, tutores virtuais, bate-papo, fóruns, grupos de estudo e comunicação entre professores e alunos.

Um modelo de ensino à distância é uma forma de os alunos obterem novos conhecimentos e habilidades de forma prática, dinâmica e econômica.

 

Diferença com ensino híbrido

A aprendizagem à distância, também chamada educação à distância ou DE, é uma forma de educação na qual educadores e estudantes podem estabelecer o processo de aprendizagem mesmo em locais diferentes.

Isto pode ser alcançado através da tecnologia, especialmente a Internet, que permite aos estudantes assistir às aulas através de seus computadores, tablets e smartphones.

Você pode fazer aulas a distância, bem como avaliações, resolver perguntas, fazer exercícios e participar de debates.

Para garantir que o processo de aprendizagem seja eficaz, eles não precisam necessariamente estar fisicamente presentes na escola.

Com o modelo EAD, os alunos podem ter acesso instantâneo a materiais pré-fabricados, tais como vídeos, imagens, textos e trabalhos. Eles não precisam ser acompanhados por professores para poder continuar seus estudos.

Estes são vídeos tipicamente mais curtos que não duram mais do que 10 minutos. Isto os torna mais envolventes do que as palestras tradicionais.

O ensino híbrido é uma combinação de ensino presencial com aprendizagem virtual fora da escola. Ele se estabeleceu como uma das tendências mais importantes na educação no século 21.

É especialmente verdade no momento em que algumas escolas retomaram as atividades presenciais, apesar da pandemia em curso.

As atividades foram cautelosas e graduais, com um número reduzido de alunos por classe. Elas também alternam reuniões face a face e têm horários rotativos.

O ensino híbrido é um método que equilibra o ensino à distância e o ensino presencial. Isto é o que muitas escolas são capazes de fazer.

Tudo isso foi feito para garantir a segurança e a continuidade durante o ano letivo.

Esta prática está sendo utilizada em muitas instituições educacionais em todo o mundo, proporcionando aos alunos um ambiente de aprendizagem eficiente.

É importante lembrar que existem vários métodos que podem ser usados no ensino híbrido.

 

A EAD no Brasil

Atualmente, o país está consolidando este método. Quase 4 milhões de pessoas são servidas por mais de 10.800 cursos diferentes, incluindo educação básica e pós-graduação.

A curva de matrícula na modalidade vem aumentando desde o início há uma década e ultrapassará o número de cursos em sala de aula em 2019, segundo o censo da EAD divulgado em 2019 pelo INEP/MEC.

 

O papel da EAD hoje com a pandemia

A Covid-19 é muito contagiosa. Em razão disso, era necessário que o ensino chegasse aos alunos e evitasse o contato com outros colegas. O EAD tem sido uma ferramenta poderosa para evitar os problemas causados pela pandemia.

Nesse contexto, há o exemplo da plataforma Google Classroom que oferece muitas ferramentas para apoiar o aprendizado dos alunos e pode ser usado de forma gratuita.

As pessoas que já se sentiam confortáveis com a tecnologia puderam e se adaptaram rapidamente às novas mudanças educacionais. Mas, levou tempo para alguns se adaptarem e muitos alunos não puderam comparecer às aulas ou fazer suas tarefas.

As pessoas protestaram contra o cancelamento da escola devido ao EAD ter sido rejeitado no início da pandemia. No entanto, isto não aconteceu. As escolas adotaram este novo sistema em uníssono. Além disso, muitas escolas ofereceram tutoriais explicando o funcionamento da aplicação.

As pessoas não estavam preparadas para uma possível pandemia. A educação era muito difícil, especialmente para aqueles em países menos desenvolvidos. O EAD também requer ferramentas tecnológicas para funcionar. A Internet era vital para permitir que os estudantes recebessem educação.

A Covid-19 causou a morte de muitos estudantes de áreas onde a internet não está disponível. Isto se deveu ao fato de eles não terem acesso às chamadas de vídeo e para realizar as atividades.

Esta situação demonstrou o quanto o governo considera mal a educação. Porque, para que uma EAD seja implementada, é importante ter uma estrutura governamental sólida que forneça ferramentas de qualidade a todos os estudantes.

Mesmo que muitos só possam falar sobre os aspectos negativos da EAD (especialmente se o governo for bem organizado e souber investir dinheiro em educação), esta variedade é benéfica.

Os países que aprenderam a investir dinheiro em educação têm sido capazes de se adaptar à EAD.

Muitas escolas preferem manter as aplicações que usaram durante a EAD. Elas acham mais fácil enviar as atividades e avaliações corretas. Os estudantes também terão a opção de usar os aplicativos para enviar suas atividades.

O EAD foi essencial ao longo da pandemia do Covid-19. Embora fosse benéfico para alguns alunos e fácil de usar, era difícil para outros. No entanto, foi um bom substituto para o ensino presencial, pois o ensino atingiu estudantes de alta qualidade que tinham as condições necessárias para usar o EAD.

O que você achou? Gostou do post? Deixe um comentário aqui compartilhando suas experiências ou dúvidas, iremos adorar lhe responder!

Leia muito mais sobre educação no Blog EducaçãoFerramentas pedagógicas e no Saiba mais educação.