Como identificar a proposta sociointeracionista?

0
312
proposta sociointeracionista
Fonte da imagem: pexels.com e Evolua Conteúdos (adaptação)

Há muito tempo os estudiosos estudam o processo de aprendizagem. Em meio esse cenário, por exemplo, crianças serão estimuladas a estudar por conta própria, e a independência é um conceito-chave para Maria Montessori, ou seja, na proposta sociointeracionista.

Por outro lado, os indivíduos, de acordo com Lev Vygotsky, são formados por suas interações com o mundo em que são colocados, não apenas absorvendo as formas culturais a que estão expostos, mas também interagindo com eles e modificando-os à medida que avançam nas etapas de seu desenvolvimento.

Vygotsky cunhou o termo “sociointeracionismo” para descrever esta ideia. O funcionamento psicológico se baseia nas relações sociais, porém esta teoria leva em consideração que o aprendizado ocorre ativamente, de modo que o conhecimento é formado tendo o indivíduo como protagonista em mente (mesmo que ele seja uma criança).

Então, prossiga com a leitura para saber mais como identificar a proposta sociointeracionista.

O que é sociointeracionismo?

As interações entre uma criança e os indivíduos em seu ambiente imediato, assim como aqueles com os quais ela cresceu, estão no centro do interacionismo social.

O psicólogo bielorrusso Lev Semenovich Vygotsky (1896/1934) desenvolveu esta ideia, que é talvez uma das mais amplamente exploradas na teoria educacional de hoje. Como resultado, o termo “pedagogia social interacionista” foi cunhado.

É também conhecido como construtivismo social, que é o movimento pedagógico que inspirou Vygotsky. Por meio das interações sociais, segundo Vygotsky, os laços sociais são construídos e desenvolvidos.

Quais são os valores trabalhados na proposta sociointeracionista? 

Os estudantes são encorajados a se expressar, participar e ser ativos em seu meio social através do uso do sociointeracionismo, que promove princípios como o respeito ao patrimônio histórico do estudante. É possível também assegurar que seus princípios sejam mantidos desta maneira.

Para que a ideia da proposta sociointeracionista seja implementada em sua escola, deve haver instrutores que estejam dispostos a permitir que este método ocorra. Esta ideia é benéfica para a educação, pois incentiva os alunos a se comunicarem uns com os outros, o que ajuda no processo de aquisição de conhecimento.

Além de prestar atenção à zona de desenvolvimento próximo e propor atividades coerentes com os níveis reais e potenciais de desenvolvimento dos alunos que as realizarão, assim, uma escola deve proporcionar uma experiência de aprendizagem que encoraja a colaboração e a troca de perspectivas.

Como identificar a proposta sociointeracionista?

Professora escrevendo no quadro branco
Fonte da imagem: pexels.com

O sociointeracionismo pode ser visto observando a atitude dos professores em sua sala de aula. Os professores devem ser mais do que simples detentores de conhecimento; eles devem ser mediadores ativos no processo de aprendizagem e principalmente como identificar a proposta sociointeracionista da sua instituição.

Um ambiente centrado no estudante fomenta a curiosidade e a participação ativa no aprendizado, o que pode ser visto na forma como os estudantes interagem entre si, compartilham suas experiências e contam suas próprias histórias.

Além disso, é tarefa do professor inspirar a curiosidade e o entusiasmo de seus alunos pelo aprendizado.

Os alunos aprendem identificando, brincando, criando paralelos, negociando, codificando e decodificando símbolos e significados se sua escola segue a proposta sociointeracionista. Em um ambiente social, muitas descobertas são feitas que ajudam a construir sua própria sabedoria e conhecimento.

Avaliação sociointeracionista

Esta avaliação examina uma ampla gama de tópicos, incluindo o processo de aprendizagem em sua totalidade. Atitudes, sentimentos e valores fazem parte dela, assim como os níveis prospectivos e reais de conhecimento.

Cada aluno tem seu próprio conjunto único de metas e aspirações para o que espera ganhar com sua experiência com o professor.

O chamado processo de ensino, que está realmente aprendendo em sua totalidade, ocorre quando as duas partes (o aluno e o professor) entram em contato um com o outro. Os aspectos culturais e sociais também estão ambos incluídos.

 Como a sociointeracionismo contribui para o desenvolvimento do comportamento humano?

Na visão de Vygotsky, o desenvolvimento da mente é fundamentalmente moldado por meio das interações. Tendo em vista o fato de que o desenvolvimento das estruturas mentais de uma pessoa começa desde o nascimento e é moldado por suas interações com os outros.

Os aspectos biológicos e sociais devem ser considerados no desenvolvimento da pessoa humana. Como resultado, um ser humano precisará construir uma rede de amigos e associados.

Por isso, quando Vygotsky afirma que a conduta humana é moldada pelas condições biológicas e sociais de seu desenvolvimento, as interações sociais assumem um papel central.

Relação do sociointeracionismo com o Vygotsky

A interação com as pessoas é um momento de intercâmbio que é internalizado e formam a base do processo de aprendizagem. O crescimento e desenvolvimento da criança pode ser visto nesta ordem: social, depois individual.

Uma ideia é desenvolvida confiando na memória lógica e prestando voluntariamente atenção aos detalhes. Como resultado, podemos distinguir entre conhecimento real e potencial. Todas as funções superiores, de acordo com Vygotsky, nascem de relações humanas reais.

Quando alguém tem conhecimento real, ele é capaz de realizar tarefas por conta própria. O desenvolvimento e a concretude das tarefas só podem ser alcançados com a ajuda de outros no conhecimento prospectivo. Tendo em vista o fato de que é impossível, em qualquer momento da vida, confiar na assistência de outra pessoa.

Sociointeracionismo é método?

Embora as funções psicológicas ainda não estejam totalmente estabelecidas entre o conhecimento real e potencial, Vygotsky descreve isso como uma “zona de proximidade”.

É necessário colocar a pessoa em situações em que ela deve resolver desafios a fim de desenvolver estas habilidades. A construção de pensamentos e o acúmulo de informações serão estimulados como resultado de suas ações.

Seria necessário que o indivíduo passasse por um processo de desestabilização do conhecimento que já possui quando novas informações de outros sujeitos são trazidas para a mistura.

Portanto, a zona proximal será usada para obter novos conhecimentos.

Exemplos de escolas que aplicam sociointeracionismo

Mesa com cadeiras coloridas e pote de cantas e pinceis em cima dela.
Fonte da imagem: pexels.com

CESIN – Centro Educacional Sociointeracionista (Belém, Pará)

Eu sempre imaginei uma escola com um pequeno número de alunos, poucas classes e proximidade com todos. Este parece ser o caso até o momento. Para garantir que possamos manter um relacionamento próximo com cada família que confia seus filhos aos nossos cuidados, mantemos nosso pequeno tamanho.

Colégio Santo Anjo (Curitiba, Paraná)

Quando o Colégio Santo Anjo foi fundado em 1999, ele afirmou uma missão instrucional baseada na proposta sociointeracionista para ajudar seus alunos a serem autoconscientes, capazes, pensadores críticos e criadores no mundo.

Com um programa completo de Ensino Médio e Ensino Fundamental, o único da rede a oferecer ambos, a Unidade Barigui possui instalações de última geração que incluem um ginásio coberto e uma piscina olímpica, além de uma cantina arejada e uma cozinha industrial.

Colégio Positivo Jardim Ambiental (Curitiba, Paraná)

O Colégio Positivo foi fundado com o objetivo de educar cidadãos éticos, conscientes, socialmente responsáveis e bem preparados para o futuro.

Esse colégio, inclusive, começou como um bem conceituado curso pré-vestibular antes de se tornar uma escola secundária e, nos anos seguintes, tornou-se um esforço educacional transformador.

Aliás, a crença do Colégio Positivo é que a tecnologia, a inovação e o incentivo à pesquisa científica e ao empreendedorismo fomentam os estudantes interessados e autodirigidos.

Por fim, vale dizer que todos os níveis de ensino da escola são encorajados a usar o esporte e a cultura como ferramenta de ensino. Em vários pontos durante o ano letivo, os alunos e seus tutores têm a oportunidade de colocar em prática o que aprenderam.

Colégio Erasto Gaertner (Curitiba, Paraná)

No bairro Boqueirão, existe uma escola tradicional chamada Colégio Erasto Gaertner.

Em um ambiente confessional, a escola enfatiza a educação holística de seus alunos, com uma ênfase particular nos valores cristãos.

Além disso, possui técnicas atuais como o Projeto Inglês Bilíngue e aulas de Programação no currículo, que enfocam o desenvolvimento de Soft Skills, além da metodologia tradicional de ensino.

Possui também uma grande estrutura física, que proporciona salas de aula contemporâneas, quadras esportivas, laboratórios e atividades extracurriculares para que seus alunos possam participar.

Leia também aqui no Infopedagógica sobre o Construtivismo!

Se você gostou deste artigo sobre a proposta sociointeracionista, compartilhe-o com seus amigos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here