Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Guia completo sobre gamificação na educação

A gamificação na educação é algo que você já deve ter ouvido falar. Embora você possa não saber, você provavelmente já se divertiu jogando jogos.

Agora, imagine aprender por meio de jogos em sala de aula. A gamificação está aqui para ficar.

Este método ajudará os alunos a aprender novas habilidades e a ter um melhor desempenho.

Você quer aprender mais sobre como ele funciona? Acompanhe este artigo para saber tudo sobre a gamificação na educação.

Vamos lá?

 

O que é a gamificação?

Gamificação refere-se à integração da dinâmica dos jogos e outros elementos em atividades que são mais do que entretenimento. Esta é a prática de utilizar jogos em diferentes contextos como um meio para estimular o aprendizado.

Isto nos permite utilizar a lógica e a metodologia dos jogos para tornar o conteúdo complexo mais fácil de entender. Isto ajudará os estudantes a aprender, estimulará a colaboração e os incentivará a resolver problemas.

Os professores têm a responsabilidade de liderar a gamificação na educação e recomendar novas maneiras para os alunos. Isto permitirá que eles aprendam novas maneiras.

 

Como funciona?

A gamificação é uma tentativa de explorar os desejos naturais que todos nós temos, que são trazidos à tona pelos jogos.

Os seres humanos estão constantemente em busca de vitória e sucesso. Eles procuram alcançar a completude, status, realização, status, altruísmo, colaboração e competição.

A gamificação deve ser claramente definida para que seja bem sucedida. O objetivo pré-lusório, as leis constitutivas e as atitudes lusórias são os três componentes principais de um jogo. Estes elementos devem ser combinados para formar as regras que guiarão o jogador em direção ao objetivo do jogo.

Estes elementos formam uma espécie de “círculo mágico”, que permite o prazer. A gamificação é uma adaptação dos elementos que tornam os jogos úteis na vida real.

Aliás, ela acrescenta um elemento divertido às atividades tediosas ou desafiadoras.

 

Vantagens e desvantagens

 

As Vantagens da Gamificação

A gamificação é uma ótima maneira de melhorar múltiplas áreas de sua empresa ou instituição de ensino.

Você pode ver os benefícios desta estratégia abaixo:

 

Estratégia democrática

Todos podem ter experiências positivas jogando jogos, sejam crianças ou adultos. A gamificação pode ser usada por pessoas de todas as idades e gêneros.

Apenas uma coisa é necessária para criar atividades específicas para o público-alvo.

 

Uso em diversos processos

A gamificação pode ser usada para uma variedade de propósitos. Ela pode melhorar a aprendizagem e motivar os estudantes.

A gamificação é uma ferramenta que pode ser usada para atrair, integrar, treinar, comunicar e executar tarefas do dia-a-dia nas empresas.

 

Aumento da motivação e engajamento

Os jogos podem ser atividades que são projetadas para estimular o entusiasmo das pessoas. A gamificação é uma forma de aproveitar a capacidade natural das pessoas de canalizar suas ações e alcançar resultados tangíveis e positivos em suas vidas.

A gamificação é uma forma de envolver o público em suas atividades tradicionais e aumentar a motivação. Isto poderia levar a uma maior frequência e desempenho nas sessões de treinamento no trabalho ou nas aulas para os alunos.

 

Melhora o clima interno

A gamificação pode ser divertida, e ajuda a reduzir o estresse. Isto permite um ambiente mais positivo e harmonioso nas salas de aulas e no trabalho.

 

Uso em capacitação técnica e desenvolvimento pessoal

A gamificação pode ser utilizada tanto para questões técnicas como sociais. Algumas habilidades que os jogos podem despertar incluem liderança, trabalho em equipe e respeito às regras.

 

Uso de dados

As plataformas gamificadas oferecem relatórios detalhados que mostram o desempenho do usuário em suas atividades, ainda mais em formato eletrônico.

Isto permite determinar se as estratégias implementadas pelo RH, professores e equipe pedagógica são eficazes, assim como quais áreas precisam ser melhoradas.

Também permite avaliar o desempenho das equipes e das aulas.

Tudo isso é possível com praticidade e agilidade.

 

Combinação com outras estratégias

A gamificação é uma abordagem flexível que pode melhorar o desempenho e a eficácia de outras ferramentas dentro de uma empresa ou instituição educacional, como o ensino à distância.

Dessa forma, as metodologias produzirão resultados ainda melhores.

 

As desvantagens da gamificação

 Apesar de todos os benefícios, pode haver alguns obstáculos para que esta estratégia seja adotada. Veja abaixo as desvantagens da gamificação:

 

Esquecer do objetivo

A gamificação não é um jogo que possa ser jogado por diversão. Esta metodologia deve ser usada para atingir um objetivo específico e não para entreter como se fosse um jogo normal.

Quando aqueles que são responsáveis pela implementação da estratégia esquecem ou diminuem a importância do objetivo, isto é um problema. A gamificação não deve ser chata, mas não deve ofuscar as técnicas de aprendizagem em vendas ou matemática.

 

Uso pontual

A gamificação não é uma abordagem para uso ocasional. Não é como os jogos para fins educacionais ou corporativos.

Assim, a gamificação produz melhores resultados quando usada como uma estratégia contínua. Isto significa que a ferramenta é constantemente motivada e coleta de dados para melhorar.

 

Não se preocupar com a qualidade

Embora o método possa ser democrático, isto não significa que você tenha que adotar todo tipo de jogo. A implementação desta estratégia deve ser baseada na qualidade de cada atividade. O objetivo da atividade deve ser alcançado. Entretanto, é importante criar uma dinâmica que envolva o público e faça com que a experiência seja interativa e imersiva.

Muitas pessoas tentam fazer sua própria gamificação da versão sem saber como desenvolver e usar adequadamente esta ferramenta. Será mais difícil alcançar os resultados desejados.

Para maximizar seu potencial e obter os resultados desejados, é importante buscar assistência especializada ao implementar novas estratégias.

 

Metodologias ativas

As metodologias ativas oferecem uma nova maneira de olhar para o ensino tradicional. Isto porque as metodologias ativas são uma nova maneira de pensar sobre o ensino tradicional.

As metodologias ativas são uma alternativa para que os estudantes aprendam a dirigir sua própria educação. Eles também podem ser usados para substituir o modelo de ensino que exigia que o professor tivesse todo o conhecimento.

As metodologias ativas já existem há algum tempo, William Glasser, com sua pirâmide de aprendizagem, foi um dos grandes pioneiros.

A gamificação, que visa trazer jogos para a sala de aula e fazer telefones celulares aliados no material didático das aulas, está aqui.

Seria ótimo se pudessem ser sugeridos jogos interativos que sejam relevantes para a matéria da aula. Esta é uma excelente maneira de reunir alunos e professores, em uma época em que a tecnologia se tornou uma distração.

A gamificação é uma forma divertida de incentivar um espírito competitivo saudável nos alunos.

Além disso, lembre-se que os jogos não precisam ser apenas tecnológicos. Eles podem ser de qualquer tipo. Use sua imaginação e colabore com seus alunos para criar jogos divertidos para a classe.

 

Como incluir a gamificação na educação?

A implementação da gamificação é como qualquer outra ação. Ela requer etapas de planejamento e estruturação.

As seguintes etapas são recomendadas:

 

1.Desenvolver um plano de ação e realizar testes

A gamificação pode ser implementada de muitas maneiras diferentes. A escola deve criar um projeto mensurável que inclua todos os professores.

Este plano é o primeiro passo para o estabelecimento de uma estratégia. Este post destacou as características positivas da ferramenta. A escola deve agora pensar em maneiras de incluí-la em suas propostas pedagógicas e monitorar os resultados.

Em seguida, será necessário testar o plano com antecedência. Como mencionado acima, os educadores podem começar a usar os elementos lúdicos que compõem a estrutura do jogo, tais como fases ou trabalho em equipe para ganhar posições em um ranking.

Como mencionado acima, os educadores podem começar a usar os elementos lúdicos da estrutura do jogo como fases ou trabalho em equipe para alcançar as primeiras posições em um ranking em sua vida diária, avaliando as reações dos alunos e observando como isso tem afetado o desempenho da classe.

 

2.Alinhe o projeto com os ideais da instituição

É importante que o programa de gamificação na educação seja consistente com os ideais e valores da instituição escolar. É crucial avaliar que jogos serão mostrados aos alunos e educadores.

Isto significa que o conteúdo deve ser compatível com a missão educativa da escola e destinado à aprendizagem. Não é suficiente simplesmente encontrar jogos online. Você também deve estabelecer uma relação entre o conteúdo e o jogo.

Todas as ações devem ser cuidadosamente planejadas e pensadas, incluindo a participação de todos os professores. Isto facilita o envolvimento dos educadores com a estratégia. É possível que alguns professores possam ser resistentes à ferramenta. Eles devem se sentir confortáveis com o processo. O alinhamento é um passo importante.

 

3.Utilize uma plataforma de ensino

Quando se trata de jogos de educação, as plataformas de ensino podem ser aliadas muito úteis.

Esta solução tem sido utilizada em muitas escolas para simplificar a gestão de processos e ajudar as equipes de ensino no desenvolvimento de ideias educacionais para os alunos. Estas escolas já desfrutam de uma vantagem competitiva estratégica, pois reconhecem que a tecnologia e a inovação podem apoiar as metodologias de ensino.

A plataforma de gamificação é uma excelente ferramenta de ensino. A gamificação pode ser integrada e sincronizada com o conteúdo na sala de aula.

Estas atividades também são extracurriculares. Os alunos podem acessar estes materiais motivadores em casa para reforçar ainda mais seu aprendizado.

A gamificação na educação, como já vimos, é uma ótima maneira de trazer inovação para dentro da sala de aula.

As escolas não devem encarar a tecnologia como uma ameaça para os alunos de hoje.

Resultados surpreendentes podem ser alcançados combinando a tecnologia com seu propósito, utilizando uma plataforma de ensino.

O que você achou? Gostou do post? Deixe um comentário aqui compartilhando suas experiências ou dúvidas, iremos adorar lhe responder!

Leia muito mais sobre educação no Blog EducaçãoFerramentas pedagógicas e no Saiba mais educação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novo Ensino Médio: projeto de vida

A Novo Ensino Médio, planejada desde 2014 pelo Plano Nacional de Educação (PNE), oferece modificações para fechar a lacuna no segmento. Como reação às exigências

Read More »