Jamboard e a educação

0
150
Mulher com fone em frete ao computador
Fonte da imagem: canva.com

Com o surgimento de novos avanços tecnológicos, os processos de vários setores foram modificados. Um exemplo de setor é o da educação, que passou a contar com a tecnologia para melhorar os processos de aprendizagem e de ensino.

A educação conta, atualmente, com diversas plataformas, sites, aplicações e demais softwares, como por exemplo o Jamboard.

O que é e como funciona o Jamboard?

O Google Jamboard é uma tela inteligente, um aplicativo que utiliza a tecnologia do Google Cloud de acesso grátis.

Trata-se de um quadro branco, em versão digital, este quadro pode ser editado e compartilhado com alunos em aulas presenciais ou à distância, que pode ser acessado em qualquer lugar que tenha internet.

Este quadro permite que o professor escreva, desenhe, abra apresentações, relatórios, notas de provas etc., podendo ser compartilhado a qualquer hora pelas pessoas que você permitir.

Jamboard permite o armazenamento em nuvem dos conteúdos abordados, sincronização com outros aplicativos, variedade de formatos na transmissão dos conteúdos.

Cada quadro é chamado de Jam. As pessoas podem iniciar uma nova tela ou entrar em uma que já esteja aberta. Em aulas online, no ensino híbrido, pelo Google Meet, recebem o acesso ao Jam do professor e visualizar ou editar o quadro na aula.

Este aplicativo funciona em computadores, tablets, smartphones ou monitores touchscreen 4k.

Onde encontrar?

Infelizmente, a plataforma física do Jamboard ainda não é comercializada no Brasil, apesar da empresa Google disponibilizar uma página em português para o dispositivo.

O dispositivo físico é vendido apenas em países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Japão, Irlanda, Dinamarca, Finlândia, Noruega, Holanda, Espanha e França.

Jamboard em sala de aula

O Jamboard teria uma aplicação bastante eficiente em salas de aula brasileiras, visto que permitiria uma maior interatividade entre alunos e professores.

Além disso, o dispositivo impressiona por conta da qualidade de imagem e demais tecnologias, como: conexão Wi-Fi, as saídas de áudio de alta qualidade, a câmera HD para chamadas de videoconferências e muito mais.

A expectativa é a de que a Google inicie a comercialização da plataforma física de Jamboard.

Leia também aqui no Infopedagógica sobre Criar mapas mentais com o MindMeister. Clique no link!

Se você gostou deste artigo “Jamboard e a educação, compartilhe-o com seus amigos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here