Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Remind conheça como funciona a plataforma

As crianças estão recebendo smartphones e tablets cada vez mais cedo, e a necessidade de adolescentes e pré-adolescentes se conectarem à Internet para completar tarefas escolares e projetos em sala de aula está crescendo.

Felizmente, um número crescente de aplicativos de controle parental para dispositivos iOS e Android pode ajudar a limitar o tempo de tela e o uso do smartphone enquanto filtram os tipos de sites que eles podem acessar ao navegar na web.

Então, se você quer saber sobre uma plataforma perfeita tanto para educadores quanto para alunos para melhor a eficiência do ensino, continue a leitura!

 

O que é a Remind?

O Remind, é uma plataforma gratuita de troca de mensagens com cerca de 23 milhões de usuários no mundo todo, acaba de lançar uma versão em português graças a uma iniciativa da Fundação Lemann.

A ferramenta, que tem sido conhecida por reunir professores, pais e alunos nos últimos anos, espera alcançar milhões de pessoas no Brasil nos próximos meses.

O objetivo da Remind é envolver mais os alunos e pais em seus estudos, ao mesmo tempo em que economiza tempo dos professores, eliminando a necessidade de escrever mensagens na agenda de cada aluno ou enviar e-mails a todos os pais.

 

Como foi criado o Remind?

A plataforma foi fundada pelos irmãos Brett e David Kopf em São Francisco, Califórnia, em 2011, sob o nome Remind 101.

A intenção original era facilitar a vida dos estudantes com deficiências de aprendizagem como dislexia ou transtorno de déficit de atenção. A ferramenta enviaria Reminds de testes e tarefas. O Brett (um dos criadores da plataforma) tem estes problemas e afirma que a única maneira de superá-los na escola foi com a ajuda de um professor de ensino médio atencioso e sua mãe.

Antes de lançar o projeto, a empresa descobriu através de pesquisas com professores que, ao disponibilizar a gama a todos os alunos, e não apenas àqueles com dificuldades de aprendizagem, ela poderia alcançar um público mais amplo.

Os educadores não tinham uma maneira eficaz de envolver os pais nos estudos de seus filhos, de acordo com os estudos, e assim precisavam de uma maneira mais prática e rápida para relatar o que estava acontecendo na sala de aula.

De acordo com Brett, cerca de 35% dos professores americanos nos anos equivalentes de pré-escola, ensino fundamental e ensino médio utilizam a ferramenta hoje. Em alguns estados, como o Texas, a porcentagem pode chegar a 50% da população total.

A plataforma já foi utilizada para enviar mais de um bilhão de mensagens. O ensino superior também faz uso dela.

De acordo com Kopf, 81% dos educadores acreditam que teve um impacto positivo em seu trabalho, 63% acreditam que facilitou seu trabalho, 63% acreditam que poupa tempo, 43% acreditam que aumenta o envolvimento dos pais, 40% acreditam que aumenta a satisfação dos pais, e 33% acreditam que aumenta o envolvimento dos alunos.

A empresa recebeu 59 milhões de dólares em financiamentos de grandes fundos de investimento em educação desde sua criação.

 

Como funciona?

Segundo Brett, a ferramenta é simples de usar e leva cerca de um minuto para que um educador comece a usá-la via computador, tablet ou aplicativos móveis. “Se você olhar para as tecnologias educacionais dos últimos 30 ou 40 anos, notará que os professores tiveram que usar muita tecnologia complicada.

Eles precisavam de um manual na ocasião, e demoraram mais de dez minutos para descobrir como utilizá-lo. Para que o professor começasse a usar nosso produto, levava menos de 60 segundos. É muito simples. Isto é crítico porque os professores estão extremamente ocupados”, diz Kopf.

Sua principal diferença em relação a outros aplicativos de mensagens como o WhatsApp ou Messenger é que ele tem um perfil dedicado à educação, que se concentra na segurança do usuário durante as conversas.

De acordo com o fabricante, o educador é o responsável em todos os momentos. Como resultado, é ele quem cria seu perfil e depois convida pais e alunos a se juntarem a seu grupo dentro da ferramenta, seja pessoalmente, via e-mail ou via SMS (esta opção só está disponível nos Estados Unidos e Canadá).

O educador então divide os alunos em grupos, que podem ser divididos por classe e série, e começa a se comunicar com eles, enviando Reminds de testes, perguntas sobre tópicos abordados em sala de aula, mensagens motivacionais, mensagens dos pais, imagens, como uma foto de uma aula escrita na lousa, arquivos, vídeos e mensagens de voz.

Aliás, os professores ganham tempo na sala de aula com seus alunos economizando tempo em práticas antigas de comunicação com os pais, de acordo com o diretor da Remind.

 

Segurança

De acordo com Josh Wiseman, vice-presidente de produto da Remind, não há como os professores, alunos ou pais terem acesso aos smartphones ou informações pessoais uns dos outros a fim de proteger a privacidade dos usuários. Pais e alunos podem selecionar em quais grupos querem fazer parte, bem como se querem receber mensagens via texto ou e-mail.

Ao contrário de outras plataformas, as mensagens trocadas não podem ser excluídas do aplicativo. Isto permite que as informações sejam arquivadas e entregues à escola na forma de um relatório regular ou conforme a necessidade.

Os usuários com menos de 13 anos não têm permissão para utilizar a ferramenta, que obedece aos rígidos regulamentos dos EUA. Por exemplo, uma cópia das mensagens enviadas aos alunos é enviada para o e-mail dos pais. Além disso, o sobrenome da criança ou do adolescente é mantido em sigilo.

O estudante é identificado por seu primeiro nome e a primeira letra de seu sobrenome, tal como “Marcos”. Se um estudante não utilizar a plataforma por mais de um ano, a empresa é obrigada a apagar todo o conteúdo de sua conta.

Da mesma forma que o professor é responsável pelas mensagens, o professor também será responsável pelo bate-papo.

Somente ele será capaz de iniciar conversas com pais e alunos, assim como determinar se qualquer criança, adolescente ou pai de uma determinada classe poderá chamá-lo para um bate-papo.

Ele também pode interromper ou encerrar o bate-papo a qualquer momento, se achar apropriado. Pode também fornecer informações sobre quando estará disponível para conversas.

 

Benefícios da Remind

  1. Melhora a comunicação entre a escola, os pais e os alunos

A melhoria da comunicação entre a instituição, pais e alunos é um dos principais benefícios de uma aplicação escolar. A Remind permite que informações críticas cheguem rapidamente aos públicos pretendidos, reduzindo mal-entendidos.

Embora métodos tradicionais de comunicação como agendas com anotações, anotações e circulares ainda possam ser usados, as novas tecnologias oferecem oportunidades para melhorar este processo. As mensagens podem ser enviadas através de um aplicativo, tornando a vida dos responsáveis mais fácil e oferecendo mais opções de contato.

 

  1. Torna mais fácil acompanhar o progresso dos alunos

Os pais que querem ver como seus filhos estão se desenvolvendo devem acompanhar as atividades de seus alunos. É possível verificar as notas, atividades concluídas, frequência às aulas, incidentes e outras informações relevantes usando o aplicativo do aluno.

O aplicativo é uma forma de os pais monitorarem seus filhos de forma simples, sem ter que entrar em contato com os professores e perguntar-lhes como seus filhos estão se saindo.

Como resultado, as famílias podem se sentir mais seguras sobre as atividades que acontecem durante o horário escolar e sobre o desempenho de seus filhos.

 

  1. Facilita o controle dos pagamentos

Outra vantagem de utilizar uma aplicação escolar é a geração de contas e sua transmissão virtual aos pais. Assim, avisos de vencimento de que o boleto ainda não foi pago podem ser enviados, ajudando no controle de pagamentos, reduzindo a negligência e facilitando a vida dos responsáveis.

Além disso, são possíveis consultas ao setor financeiro, proporcionando um canal para resolver problemas de pagamento ou outras questões pendentes. O responsável pode usar o aplicativo para fazer perguntas e gerar contas a qualquer hora do dia, e não apenas durante o horário de trabalho da instituição.

 

  1. Torna a rotina do professor mais eficiente

O professor tem muitas coisas a fazer, portanto cada pequena ajuda na rotina ajuda a torná-la mais flexível e menos estressante. O aplicativo facilita o envio de comunicações e avisos aos pais, tornando estas atividades mais práticas.

Com um aplicativo para professores, eles têm mais flexibilidade no envio de notas e faltas, permitindo que eles passem mais tempo planejando e preparando as aulas, assim como a preparação individual, resultando em maior produtividade.

O desempenho dos alunos também se beneficia, pois o professor pode analisar objetivamente o desenvolvimento de cada aluno e desenvolver estratégias que os ajudem a aprender mais efetivamente.

Dúvidas? Possui alguma informação a acrescentar? Contribua conosco participando nos comentários!

Leia muito mais sobre educação no Blog EducaçãoFerramentas pedagógicas e no Saiba mais educação.

Novo Ensino Médio: projeto de vida

A Novo Ensino Médio, planejada desde 2014 pelo Plano Nacional de Educação (PNE), oferece modificações para fechar a lacuna no segmento. Como reação às exigências

Read More »